Páginas

sábado, 2 de abril de 2016

Rápido guia dos bairros mais turísticos de São Paulo



São Paulo é gigantesca. Com cerca de 11 milhões de habitantes (mais habitantes que alguns muitos países da Europa, por exemplo) se configura na maior cidade da América. Suas centenas de bairros são divididos em zonas (leste, oeste, centro, norte e sul). Pode-se viver em São Paulo a vida toda e não conhecer tudo que a cidade tem para oferecer.

- Mooca

Mooca (Imagem: Diego Torres Silvestre)

Pode-se dizer que foi onde a cidade começou. Na Hospedaria do Imigrante (Immigrant Hostel), que hoje se tornou o Museu do Imigração do estado de São Paulo se hospedaram pessoas das mais diferentes nacionalidades que iam chegando na cidade: italianos, portugueses, alemães, japoneses, turcos, sírios e muitos outros, a grande maioria fugindo da guerra, de epidemias em seus países e até mesmo de perseguições religiosas. Hoje, o bairro da Mooca possui uma forte influência italiana, com incontáveis cantinas e pizzarias.

-Vila Madalena

Vila Madalena (Imagem: Catraca Livre)

Conhecida como a região mais boêmia de São Paulo. A área também é conhecida pela street art, com seus graffitis espalhados pelos muros e paredes do bairro. É lá que fica o Beco do Batman (o lugar da cidade mais marcado no Instagram) e andar pela Rua Harmonia em direção à Rodésia.Pelo bairro você vai encontrar inúmeros bares, restaurantes e locais legais para se divertir à noite.´

- Pinheiros

Pinheiros (Imagem: Sergio Gonzalo Cuellar Mansilla)

Pinheiros tem uma mistura de lojas de todos os tipos de serviços e restaurantes bacanas. Uma das áreas mais interessantes é a "Baixo Pinheiros", pelos arredores do Mercado Municipal de Pinheiros. O bairro, é claro, conta com ótima gastronomia e restaurantes e bares badalados.

-Liberdade

Liberdade (Imagem: Catraca Livre)

A maior comunidade japonesa fora do Japão está em São Paulo! Os imigrantes japoneses começaram a chegar à cidade no início do século XX, se estabelecendo na área do bairro da Liberdade. A área é uma mistura de estabelecimentos chineses/japoneses/coreanos vendendo comida, cosméticos, imitações de roupas de marca, acessórios para casa baratinhos, entre outras coisas.  

- Centro

Centro São Paulo (Imagem: Rafael Vianna Croffi)

O Centro de São Paulo é caótico, mas também é a melhor área da cidade para se admirar a arquitetura e a street art. Se quiser evitar a multidão, visite o centro da cidade aos finais de semana. Você pode subir até o topo do primeiro arranha-céu da cidade, o Edifício Martinelli e se quiser conhecer um pouco mais da antiga São Paulo, vá ao Teatro Municipal e ao Centro Cultural Banco do Brasil.

- Baixo Augusta

Baixo Augusta (Imagem: Saulo Cruz)

Se você caminhar pela Rua Augusta em direção ao centro, você vai alcançar a região chamada de Baixo Augusta. Houve uma época em que pessoas andavam por aquela região somente em busca de prostíbulos e prostitutas. Eles ainda estão lá, mas hoje dividem espaço com baladas, bares, lugares baratos para comer e lojas. Paulistanos costumas chamar a área que fica entre a Avenida Paulista e a Praça Roosevelt Baixo Augusta de a rua que nunca dorme.

- Paulista

Paulista (Imagem: Milton Jung)

O lugar mais paulistano de todos. A Avenida Paulista foi o lugar onde a maioria dos barões de café residiam em suas mansões. Desde lá o local se tornou no coração financeiro da cidade e hoje é um centro comercial. É um ponto de encontros e hoje concentra muitas das manifestações que ocorrem na cidade. Aproveite os domingos, pois a avenida se fecha para a passagem de carros. Você pode visitar o MASP, que fica bem no meio da Avenida Paulista, ou talvez assistir de graça a um filme sentado próximo à escada do Mirante Nove de Julho.

- Jardins

Jardins (Imagem: Dave Lonsdale)

Esse lugar é ótimo para um passeio, e é onde estão as ruas mais elegantes da cidade. Possui referências arquitetônicas dos anos 50 e 60, e restaurante clássicos. Uma experiência legal é visitar a Galeria Melissa, é uma experiência. Outra experiência legal é visitar a Rua Oscar Freire, que conta com lojas de marcas caras e famosas, mesmo que você não vá comprar nada. 

E aí, gostaram? São Paulo é uma cidade imensa. Acham que tem mais algum lugar que deve entrar aqui na lista? Me contem!

Beijo, beijo,

Nicole Werneck.

Fanpage: Nicole Werneck
Instagram: @nicolewerneckf

Esse texto foi traduzido de "A quick travel guide to São Paulo neighborhoods
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário