Páginas

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Por que passar o Reveillón no Rio de Janeiro



Gente, de todos os lugares onde eu já passei Reveillon, o Rio de Janeiro é o melhor.

Maior Reveillon do mundo (Imagem: Fernando Maia / vidaeestilo.terra.com.br)

Mas nada de festa cara e fechada. Meu negócio é passar o último segundo de um ano e o primeiro do outro com o pé na areia, cercada de gente desejando coisa boa e vendo os fogos mais lindos do mundo bem pertinho da água.

Em Copacabana, o público esperado nos últimos anos normalmente tem sido de 2 milhões de pessoas. É muita gente! De todos os lugares do mundo, de todos os bairros do Rio de Janeiro. É uma mistura boa.

Você tem que ir disposto a enfrentar uma longa fila para o banheiro, sabendo que as coisas estarão mais caras e que tudo vai estar cheio.

Pra mim o melhor do Reveillon de Copacabana é a energia boa que eu sinto estando lá. É muita gente desejando um ano novo bom, é muita gente feliz, interagindo, rindo e se divertindo. Coisa boa atrai coisa boa, e nada melhor que começar o ano assim.

Os fogos de artifício do Rio são um verdadeiro show. É lindo, é hipnotizante. A praia pode estar naquele empurra-empurra, mas na hora que começam a soltar os fogos são dois milhões de pessoas olhando para o mesmo lugar e pedindo coisa boa. É emocionante.

Tem que tomar cuidado com os arrastões e com a galera que passa esperando alguém estar com o celular de bobeira no bolso ou não mão tirando foto. Isso é bem ruim, mas quem está acostumado com o Rio sabe que isso pode ser bem recorrente.

Enfim, eu amo começar o ano desse jeito. Acaba um Reveillon e eu já quero o próximo..haha

Beijo, beijo,

Nicole Werneck

←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário