Páginas

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Sexta Carioca: Tudo o que você precisa saber sobre o Cristo Redentor



Olá pessoal, tudo bem?
Gostaria de agradecer a todos os que gostaram do artigo da semana passada

Venho falar de um tópico bem clichê: Pontos Turísticos da cidade.

Você pode vir a pensar: "Ah! Isso é fácil! Cristo Redentor, Pão de Açúcar e Copacabana!". Okay, você conhece esses, mas vou lhes contar um segredinho - metade do mundo também. É inegável que esses são os principais, porém, como visita-los sem se sentir tão turista? São só 3 os pontos turísticos do Rio de Janeiro? 

Bem, se engana que esses são os únicos pontos turísticos do Rio de Janeiro!

Como não podemos evitar (e não devemos fazer isso) esses pontos turísticos, vamos começar por eles.
Hoje é dia de...
Cristo Redentor:
Imagem: Google

Estamos falando da 7ª maravilha do mundo moderno! 

É uma estátua de 38 metros de altura (8 metros de base e 30 dos pés à cabeça) que fica a 710 metros acima do nível do mar. O Cristo Redentor, que fica dentro do Parque Nacional da Tijuca (PNT), é o ponto turístico mais visitado da cidade e, graças a ele, o PNT é o parque mais visitado do planeta. 

Ele é formado por uma estrutura metálica, concreto, placas de titânio para o defender dos efeitos nocivos da maresia e depois um material chamado pedra sabão, que é tão sensível, que pode ser arranhado com uma unha. Foi construído em 1922. Muita polêmica se faz sobre a construção do Cristo, então eu vou contar pra vocês o que aconteceu. O monumento foi construído no Rio de Janeiro e suas peças foram levadas até o alto do morro pela linha férrea que hoje é um meio de se chegar até o Cristo. As mãos e a cabeça do Cristo foram trazidas da França, porém, todo o investimento foi bancado pelos Cariocas. 

Como subir com isso tudo? Foi como lego, várias e várias peças foram subindo aos poucos!

Já ouviram a expressão Cristo Redentor e Corcovado

Pra esclarecer: São coisas diferentes situadas no mesmo lugar. 

Corcovado é o nome do morro onde o Cristo Redentor está situado, ou seja, antes do Cristo, o Corcovado já existia. Esse morro era usado como uma espécie de mirante e recebia visitas ilustres: desde Dom Pedro II até Albert Einstein! Incrível não é?


Minhas dicas:

- Quando estiver na cidade, vá logo que possível ao Cristo. 

- Os melhores dias são entre terça e quinta. Se só estiver na cidade por um final de semana, vá o quanto antes. 

- Melhor horário: A partir de 12:00, pois o risco de estar nublado é menor, porém se estiver com aquele sol que frita seus neurônios em segundos, vá na parte da manhã porque lá em cima é muuuuuuito quente!

- As lojinhas são muito caras. Em Copacabana você encontra tudo e ainda com a metade do valor! 

- Restaurantes lá não são baratos, mas dependendo da necessidade vale a pena. Geralmente fico na vitamina de morango mesmo!

- Pouca gente passa sem saber, mas tem elevador lá. Aconselho a subir de elevador e descer de escadas, caso queira ver o caminho.
- Como ele te dá uma visão 360° da cidade, próximo ao parapeito tem algumas placas informando o que você consegue ver a sua frente, para te situar na geografia da cidade.
- Embaixo do Cristo tem uma capelinha.
- Para tirar uma foto com o Cristo, a pessoa fotografada precisa ficar distante da estátua e o fotógrafo deve deitar bem na frente da pessoa (pelo amor de Deus, de barriga pra cima). É a melhor forma de tirar “sozinho” no meio de tanta gente lá. 
- Ir no último horário pode ser uma experiência incrível pois você poderá ver a cidade anoitecendo e começando a se iluminar. Eu já fui e foi incrível! Porém, aconselhado só pra quem já foi ao menos uma vez durante o dia. 
- Cristo e depois Pão de Açúcar? Só se o seu tempo na cidade for menor do que um final de semana ou for em um tour comprado, fora isso, não vale muito a pena.
--

Podemos falar muito acerca da sétima maravilha do mudo moderno. Irei começar pelo o que as pessoas mais se perguntam: “Como chegar lá em cima?”


Atualmente, pode-se chegar no Cristo Redentor de 6 formas, ou “caminhos” diferentes. Pois é, bastante. 



1°- Van (Copacabana – Cristo Redentor - Copacabana) 

- Essa van você encontra na Praça do Lido em Copacabana.

Valor :
R$41,00 baixa temporada
R$51,00 alta temporada
Obs: Crianças de 06 a 11 anos e brasileiros ou estrangeiros residentes a partir de 60 anos: R$ 19,00.


Gratuidade:

Crianças até 05 anos, Guias de Turismo cadastrados no Mtur desde que acompanhados de 3 pagantes. (mediante apresentação de documentos)



Formas de Pagamento no Local:

Somente dinheiro.
Horários:

Diariamente de 8h às 16h.


2° - Van (Largo do Machado – Cristo Redentor – Largo do Machado)
- Essa opção é geralmente utilizada para quem está hospedado mais próximo ao Centro/Laranjeiras.
Valor:
R$41,00 baixa temporada
R$51,00 alta temporada
Obs: Crianças de 06 a 11 anos e brasileiros ou estrangeiros residentes a partir de 60 anos: R$ 19,00.


Gratuidade:

Crianças até 05 anos, Guias de Turismo cadastrados no Mtur desde que acompanhados de 3 pagantes. (mediante apresentação de documentos)

Formas de Pagamento no Local:
Dinheiro, cartões de crédito e débito.
Horários:

Diariamente de 8h às 17h.


3° Van (Paineiras – Cristo Redentor – Paineiras)
- Essa é usada geralmente pra quem ta hospedado em Santa Teresa, apesar de ser uma OPÇÃO, muitas pessoas que se hospedam no charmoso bairro de Santa Teresa preferem pegar um táxi até a “Estação das Paineiras” e lá, pegam sua van para o Cristo. Também é muito utilizado pelas agências de turismo, visto que tem estacionamento lá e elas costumam deixar as vans estacionadas no local. Cariocas costumam fazer isso (ao menos os que conhecem).


Valor :

R$22,00 baixa temporada

R$32,00 alta temporada



Gratuidade:

Crianças até 11 anos, brasileiros ou estrangeiros residentes no Brasil a partir de 60 anos e Guias de Turismo cadastrados no Mtur desde que acompanhados de 3 pagantes. (mediante apresentação de documentos)

Formas de Pagamento no Local:
Dinheiro, cartões de crédito e débito.


Horários:

Diariamente de 8h às 17h. 


4° Trem do Corcovado


- Essa opção talvez seja a mais turística. Trata-se de uma estrada de ferro histórica de 1884. O caminho é realmente incrível, se for escolher esse caminho, sente do lado direito do trem e boa viagem!

Valor:

Adultos - R$ 50,00*

Crianças  - R$ 25,00 (De 6 a 12 anos)

Descontos: (50%)

Menos de 21 anos com documento que contenha foto.

Estudantes da rede pública: Carteira de estudante com foto.

Estudantes da rede pública do Rio de Janeiro: Carteira de estudante com foto ou Riocard escolar e documento oficial com foto.

Estudantes da rede particular: Carteira de estudante com foto e boleto do mês corrente pago.

Somente válido para estudantes de instituições brasileiras.



Gratuidade:

Menores até 5 anos no colo

Horário de Funcionamento:
De segunda a domingo, das 8h às 19h, com saídas a cada meia hora.

Obs: Quando você compra o ingresso, ele vem com o horário que você vai ter que subir. Em alta temporada, é melhor comprar pela internet, pois corre o risco de você chegar e só ter horário para 2 horas depois. Nessas horas, o melhor a se fazer é ir pra opção 2.


5° Trilha do Corcovado
Imagem: Google

Essa talvez seja a minha favorita. Trata-se de uma trilha que se inicia no Parque Lage de aproximadamente 3 horas considerada de nível médio, podendo ser feita por crianças a partir de 12 anos de idade. A trilha é bonita, vale a pena pra quem tem o coração aventureiro como o meu.

Ao chegar na entrada do Cristo, onde tem umas roletas, você deve se dirigir a algum funcionário e pagar o valor de entrada que é de R$22,00 na baixa temporada e R$32,00 durante a alta temporada.


6° Escalada
- Devo lhe perguntar.. Sabia que pode escalar até lá? Pois é. Se você for um climber e aventureiro nível hard, lhe aconselho esse trecho! Existem várias vias para se chegar lá. Talvez a mais famosa é a K2 que é indicada para escaladores que dominam a técnica de oposição e têm experiência em escaladas em agarras e aderência. É a única forma de não pagar entrada. O fim da escalada é direto no parapeito lá de cima.
----
Fala sério, você não sabia disso tudo! No Rio de Janeiro nada é tão simples quanto parece. Até pra ir no ponto turístico mais famoso do Rio de Janeiro você precisa pensar como.
O Rio de Janeiro é assim, incrível. Quer saber mais? Na próxima semana eu volto e conto sobre o meu amado Pão de Açúcar!
-----
Guia de Turismo no Rio de Janeiro, estudante de Relações Internacionais na UFRJ, pseudo Carioca, apaixonado pelo Rio de Janeiro, aventureiro de plantão e poliglota por hobby. 
+55 21 9 83331669 (whatsapp) 



←  Anterior Proxima  → Página inicial

Um comentário:

  1. Rodrigo, parabéns pelo seu texto! Um verdadeiro aprendizado! Aguardo o próximo sobre o Pão de Açucar!

    ResponderExcluir